Vitamin” é o volume único da mangaká Keiko Suenobu, a também criadora da série “Limit”, que com sua sensibilização sobre o assunto bullying decidiu criar a personagem que nos representa na época em que choramos com uma situação de constrangimento na escola. Só que não sendo o bastante, a autora eleva o conteúdo para algo muito maior e mais forte nesse mangá não recomendado para maiores de 18 anos.

Sawako é uma estudante de 15 anos. Boas notas, bons amigos, uma família que aposta em seu sucesso e até está saindo com um rapaz popular da escola, deixando todas as suas colegas com bastante curiosidade sobre a relação. A sua insegurança em impor sua vontade fez com que a jovem se tornasse o alvo da turma, e a longo prazo da escola inteira, o que lhe reprimiu de forma que vemos o “fim do poço”.

A arte é simples, assim como os traços da autora, não chamam mais atenção que o enredo, que surpreende e nos faz refletir a cada situação que Sawako enfrentou. A história é original, ainda mais por não fazer o que o leitor espera. Uma declaração da autora é incluída no final dessa edição e vemos o quanto ela e a personagem são próximas, deixando a arte falar mais alto e enfrentar os rótulos, ao invés de deixar pra lá.

v3

Sem dúvida é um assunto que é visto de maneiras preconceituosas, ainda mais quando se trata de crianças e jovens. O crescimento da personagem é como o crescimento de qualquer um de nós. É evidente que aprendemos a sobreviver na escola, onde de fato existem colegas cruéis. Sawako faz o que todos já desejamos fazer. Sem esquecer da vergonha de se abrir com os pais, ou de se deixar levar pelas expectativas deles ao fazer escolhas que decidirão seu futuro e sua felicidade.

O título é uma forma de questionar o leitor: onde está sua fonte de inspiração? Onde está sua vitamina? Aquela que lhe trará a felicidade num momento de dor. Um mangá inteligente que se propõe a falar sobre diversas situações de uma maneira gritante e bastante direcionada.

Mais um Otaku soteropolitano que faz cosplay no verão. Gamer nostálgico que respira música e que se sente parte do elenco das suas séries favoritas. Aprecia tanto a 7ª arte que faz questão de assistir um filme ruim até o fim. É um desenhista esforçado e um escritor frustrado por ser um leitor tão desnaturado. É graduando no curso de Direito e formado no de Computação Gráfica. “That’s all folks!"