Ernest Cline nos apresenta o ano 2044, um mundo onde os combustíveis fosseis estão praticamente esgotados, o que acarretou em problemas com o clima e guerra pelos últimos recursos. O principal meio de energia é solar e eólica. No meio disso tudo está o único escape para milhões de pessoas fugindo da condição e situação mundial o “OASIS”, jogo online com milhares de jogadores mundialmente conhecido e criado pelo famoso Halliday, que se tornou um dos homens mais ricos do mundo. O OASIS não é apenas um simples jogo de realidade virtual, ele é “O Jogo”. Cada usuário possui um avatar, seu uso vai desde cursar a escola sem sair de casa, participar de batalhas e missões pelos planetas do jogo, para assim aumentar o nível do avatar. Isso é um pequeno resumo das várias possibilidades que o OASIS pode proporcionar.

O foco principal de toda narrativa do livro é uma disputa a “Caça ao Ovo da Páscoa de Halliday” assim intitulado pelo próprio e liberado após sua morte. Ele escondeu três chaves no mundo virtual do OASIS, aquele que encontra-las ganha toda a sua fortuna como prêmio. Então é ai que Wade entra, ele é um caça-ovo (nome dado aos usuários que disputam o ovo da páscoa), ele é o tipo de Ned convencional que muitos pensam, gordo, têm grandes dificuldades de se associar com as pessoas, principalmente garotas e é um Forever Alone no mundo real.

A maioria da narrativa se passa na realidade virtual. Em um todo, o livro é 60% desprovido de diálogos, a narração é sobe o ponto de vista de Wade em primeira pessoa. No início a leitura pode ser um pouco arrastada, mas tenha em mente, quando você imergir no mundo do OASIS não irá mais desgrudar do livro até a página final.

Ernest Cline descreve com perfeição todo o jogo virtual, todas as questões são resolvidas e devidamente explicadas no momento certo, Wade se torna seu guia no OASIS. Os acontecimentos da narrativa vão se decorrendo em pura lógica, você não sente algo forçado nas diversas situações que o personagem principal se encontra, ou que acaba se metendo. Wade é um personagem que cativa o leitor, o guia em sua caçada cheia de aventura, emoções e esperança.

O livro é um verdadeiro presente aos Geeks de plantão, uma mina de referências à cultura pop dos anos 80, ao ler você irá se surpreender. A conclusão do livro é bem satisfatória, mas você fica no gostinho de quero mais. Em um livro onde usuários obcecados disputam um prêmio que pode mudar suas vidas, Ernest Cline nos dá sua genialidade e escrita arrebatadora que torna sua obra única.

Background Image by Sepia Wolf