Hoje (27/02) é aniversário de uma das franquias mais populares e rentáveis para o mundo dos games. Completando 21 anos, a história dos monstrinhos de bolso não deixa de crescer e criar novos treinadores. Com a atual 7ª geração “Sun e Moon”, a pokédex conta com nada menos que 801 criaturas. Quem achava que 150 era muito? Hoje só resta aceitar, Pokémon não tem fim.

Voltando ao passado, Ash foi o responsável por nos apresentar sua jornada por esse mundo fantástico. Ainda que o dia de hoje marque o lançamento de “Pokémon Red” e “Pokémon Green” no Japão, o que em 1998 seria lançado nos EUA nas versões “Red” e “Blue”, esse dia é feito para celebrar a história como um todo. Especialmente a primeira região explorável para os gamers, Kanto.

Como sabemos, o anime segue seu próprio rumo até hoje, acompanhando um protagonista próprio. A boa audiência de Ash e Pikachu gerou a última variação da região de Kanto, o jogo de 1999 “Pokémon Yellow”, em que o mascote elétrico é sua opção inicial, ao invés dos já conhecidos iniciais elementares Bulbasaur (planta/venenoso), Charmander (fogo) e Squirtle (água).

Listamos aqui os 5 episódios mais divertidos da 1ª temporada (disponível na Netflix) e que pode mudar opiniões sobre a aventura que ainda é vista por alguns como infantil. Se assistir esses episódios de 1997 e os do atual “Pokémon Sun e Moon” verá que existe uma grande diferença do que é infantil hoje e nos anos 90.

Episódio #6 – Clefairy e a Pedra da Lua

Para os gamers é uma lembrança de um dos locais de passagem para a cidade de Cerulean, talvez um dos mais odiados, já que é uma caverna. O episódio é uma forma de apresentar as Clefairys e sua evolução Clefable, que de uma maneira misteriosa atraem atenção de um cientista e de nossos heróis. Também será nosso primeiro contato com uma pedra de evolução, a moon stone.

Episódio #7 – As Flores Aquáticas da Cidade de Cerulean

Logo em seguida temos uma visita a cidade natal de Misty, a personagem feminina da equipe (que hoje deixa a maior saudade). Pra quem não sabe, ela é a líder de ginásio do game e não nos acompanha como no anime, mas nesse episódio descobrimos que Misty tem irmãs e finalmente haverá a primeira batalha de Ash x Misty.



Episódio #19 – O Fantasma do Pico da Donzela

Ainda que esse roteiro não seja parte do game, a lenda do fantasma que espera seu amado é emocionante. Ash, Misty e Brock visitam a cidade e ficam para aproveitar o festival que acontece uma vez por ano. O Pokémon em destaque no episódio é o Gastly, que ainda que seja um fantasma não deveria ser tão poderoso quanto esse.

Episódio #37 – A Mansão Misteriosa do Ditto

Assim como o anterior esse não é próximo dos jogos, mas é fantástico! Ditto é um Pokémon que pode se transformar em qualquer outro, e sua treinadora é uma Cosplayer de muito talento. Com o irônico nome Duplica, a personagem ajudará nossos heróis a enfrentar outros mestres do disfarce, a Equipe Rocket. Só de ver Ash, Misty e Brock vestidos como os vilões, já vale o episódio.

Episódio #48 – O Jardim Misterioso de Bulbasaur

Em meio de uma batalha, o Bulbasaur de Ash apresenta alguns problemas, o que os levam para um Centro Pokémon para entender o problema. Nesse episódio descobrimos um jardim onde estão outros Bulbasaurs e suas formas evoluídas. Assim como Pikachu, Bulbasaur encontrará um dilema: devo evoluir ou não? É um episódio bem interessante para os fãs do inicial do tipo planta.

É claro que de 52 episódios da 1ª temporada, é difícil escolher apenas 5. Por isso mesmo queremos saber quais são seus 5 favoritos, lembrando que esses podem ser encontrados no Netflix como “Pokémon Índigo League”. Desejamos muitos anos de vida a nossa franquia favorita e que ela marque mais infâncias, pois a nossa ela representou perfeitamente.

Até a próxima, treinadores!