Em uma entrevista ao site IGN, o diretor Adam Wingard (“Bruxa de Blair”) comentou sobre as diferenças entre o novo filme e o mangá original.

A nova versão de “Death Note” se passa em Seattle ao invés de Tokyo e o nome dos personagens principais foram trocados. Light Yagami virou Light Turner (Nat Wolff, “A Culpa É das Estrelas”) e Misa Amane agora se chama Mia Sutton (Margaret Qualley, “Dois Caras Legais”). O diretor comentou:

“Quanto mais tentei ficar fiel ao material original, mais [a história] desmoronava. Você está em um país diferente, em um ambiente diferente e ao mesmo tempo tentando resumir uma série extensa em um filme de duas horas. [A história] tornou-se sobre o que esses temas significam para a América moderna. Em resumo, a perseguição de gato e rato entre Light e L, os temas do bem, do mal e do que está entre eles. Essas são as coisas fundamentais de Death Note, e é realmente o que buscamos [no filme]”.

Adam Wingard ainda frisou que as mudanças não se limitam apenas aos nomes dos personagens:

“Na essência, [o filme] utiliza os temas de quem são os personagens, mas explorando-os em um novo contexto. Em resumo, as personalidades estão diferentes… L não é o mesmo. Há muitas semelhanças, mas no final do dia, o foco em L e em seu crescimento são muito diferentes. Isso acontece com quase todos os personagens. Provavelmente, o único que mantém todos os traços do anime é Ryuk”.

Na trama acompanhamos  Light, um estudante do ensino médio que encontra um caderno sobrenatural, cujo poder pode matar qualquer pessoa que tenha o nome escrito em suas páginas. Light então utiliza o artefato matando quem ele julga que não merece viver, enquanto tenta escapar das investigações do detetive L (Keith Stanfield, “Corra!”).

O mangá original foi publicado na revista Shonen Jump de 2003 até 2006. O sucesso da obra originou vários produtos relacionados, como o anime, que também é transmitido pela Netflix, além de jogos e adaptações live-action japonesas. Esta será a primeira versão ocidental da história.

“Death Note” estreia em streaming na Netflix, no dia 25 de agosto